Factors Influencing Brazilian Value Investing Portfolios

O artigo contribui com as pesquisas sobre value investing no Brasil, analisando os fundos brasileiros que adotam essa filosofia. Além de identificar fatores que influenciam as decisões dos gestores de value investing a manterem um ativo em sua carteira e a comprarem esses ativos; o trabalho também identifica algumas características sobre os fundos e sua aderência aos critérios de value investing formalizados na literatura. Os resultados mostram que as variáveis que influenciam o gestor a manter uma ação na carteira são: maior estabilidade no Lucro por Ação, alto ROA, alta Margem Bruta, tamanho da empresa e liquidez das ações. O índice Preço/Lucro é a única variável que influencia significativamente o momento da compra. No artigo, todos os fundos de value investing tiveram retorno maior que o Ibovespa no período amostral, e com menor risco.


Factors Influencing Brazilian Value Investing Portfolios, Pedro Holloway, Ricardo Rochman, Marco Laes, Journal of Economics Finance and Administrative Science, 18 (Special Issue), 2013, 18-22.


Disponível em: Factors Influencing Brazilian Value Investing Portfolios (sciencedirectassets.com)


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Relatório Indústria de Fundos 2020

O Relatório da Indústria de Fundos do Centro de Estudos em Finanças da Fundação Getúlio Vargas (FGVcef) tem como objetivo ilustrar o panorama da indústria de fundos de investimento no Brasil. Para iss